quarta-feira, 3 de julho de 2013

Entrevista do presidente

Entrevista do Presidente do Mengão ao Rica Perrone.


O novo Maracanã
“Gostei. Ja tinha estado la. Foi a quarta vez que fui. Amistoso, Inglaterra, México e Itália e a final. Estou na turma dos saudosistas e dos insatisfeitos. Ficou muito bonito, mas realmente não é mais aquele Maracanã”.
Expectativa na nova diretoria
“Acho que não atrapalha o excesso de expectativa. Ficamos muito felizes de ter uma boa expectativa da maioria da massa rubro-negra. Mas me impressiona muito o grau de compreensão da torcida do Flamengo. Nas ruas as pessoas entendem e me dizem saber ser um momento de resgate da credibilidade do clube, etc”.
Impostos e dívidas
“hoje em dia o Flamengo paga 7 milhões de reais por mês em impostos. 5 são atrasados, impostos do passado que não pagaram. No final de 2012 o Flamengo devia 750 milhões de reais. Não é fácil quitar isso”
6 meses de Flamengo
“A situação era muito pior do que nós imaginávamos. Cada dia uma surpresa nova. Nestes 6 meses tivemos várias surpresas desagradáveis. Imaginamos que estivesse preta a coisa, mas nem tanto. Esperávamos ter algum recurso para reforçar o time. Mas quando entrou o dinheiro da Adidas descobrimos que a coisa era muito pior. E comprometemos este dinheiro com atrasados. Pensamos em contratar um jogador pra deixar a torcida feliz. Mas descobrimos que o timemania não estava sendo pago. Devíamos quase 9 milhões, pegamos o valor da primeira parcela da Adidas e foi tudo no Timemania.”
Responsabilidade dos dirigentes
“Eu acho que ao começar o Brasileirão os 20 clubes tinham que apresentar as certidões negativas. Quem não tem cai pra segunda divisão. Hoje o Flamengo jogaria o campeonato”.

Rivais
“Por enquanto a nossa relação com os presidentes de clube tem sido a melhor possível. Não temos um desafeto. Pelo contrário”
Futebol Americano x Esportes olímpicos
“O futebol americano é um projeto auto-financiável. O Flamengo não gasta nada com isso. No caso dos esportes olímpicos encontramos o clube com um déficit de 17 milhões por ano. Sangrava 17 milhões do futebol por ano. E isso não podia continuar. Então fizemos cortes dramáticos na natação, e em alguns “medalhões”. É um projeto de ajuste fiscal para zerar este debito. Não deixamos de investir nos esportes Olímpicos. Continuamos investindo na base e contratamos os melhores dirigentes para gerenciar isso. Ao final da nossa gestão os Esportes Olímpicos vao se pagar e ter resultados muito melhores”
Basquete
“Estamos negociando uma parceria para buscar essa arena. Mas é um projeto, uma conversa. Quem sabe uma arena pra shows, jogos menores, outros esportes, enfim. Não posso prometer nada. Mas está sendo planejado”
“Queremos jogar no Maracanã. O Maracanã sempre foi a casa do Flamengo”
Maracanã ou estádio próprio
“Queremos jogar no Maracanã. O Maracanã sempre foi a casa do Flamengo. Nossa prioridade é o Maracanã. Se não for possível, temos que partir pra outro estádio. Toda negociação tem seu lado mais duro, essa não é diferente. Tenho certeza que é possível ser bom para o consorcio e para o clube. Aqui só tem fera, gente bem sucedida. Todo mundo sabe analisar projeto. Temos certeza que é possível chegar a uma solução para ambos”
Boicote ao consórcio
“O que queremos é chegar a um bom termo com este consorcio. Nao ha um conflito. Se este sair vamos ter que negociar com outro. Tenho confiança que vamos chegar a um acordo”
Engenhão
“Força maior. O Botafogo não tem culpa. Nem cabe falar em indenização. Usaríamos o Engenhão enquanto não fecharmos com o Maracanã. Não temos o Engenhão, os outros estádios do Rio não comportam a torcida do Flamengo. Então buscamos outras opções pelo país por enquanto”.

Transparência
“Foi publicado o balanço de 2012 e o primeiro trimestre de 2013 no site. Nossa idéia é ter a transparência como uma das principais vertentes da nossa administração. Mas tem alguns tipos de informação que entendemos ser tratada de forma reservada. Por exemplo o salário de jogador.”
Sócio Torcedor
“O grande beneficio do ST é ter um time forte. Sempre fui torcedor. Se me perguntassem o que eu queria: Ter desconto, concorrer a um carro ou que o Flamengo ganhe? 99,9% diria que quer que o Flamengo ganhe. Todo dinheiro do ST será aplicada no time. Este é o beneficio. Claro que vamos procurar fazer sempre promoções. Mas o principal é o time mais forte”.
Foto do Zico na sala da presidencia
“No tempo da Patricia tinha uma foto do Obama com a camisa do Flamengo, quando ele veio ao Rio. Acho otimo, foi um momento importante. Mas quando eu vim coloquei a foto do Zico que é o chefe dessa nação”
Ex-Presidentes
“Tenho relação harmoniosa com eles todos. Falo com o Márcio Braga sempre, ele liga, da conselhos. O Delair é presidente do conselho, então está sempre em contato conosco. Ninguém exigiu participar da nossa administração, e nenhum deles participa. A relação é boa com todos os ex presidentes”.
Reforços
“O dinheiro tá curto, todo mundo sabe. Pra reforçar tem que ser com criatividade, como fizemos até agora. Estamos atrás de alguns jogadores, mas não é nada contra o blog do Rica. Se tivesse alguma coisa eu contaria. É que não tem nada mesmo de concreto pra te revelar. Toda vez que o Wallim me liga eu acho que ele vai me dizer o nome de um reforço. Sei que tem algumas negociações mas nenhuma delas estão na cara do gol. Mas acontece de um dia pra outro essas coisas”.
Julio Cesar
“Apesar de eu ter a maior admiração pelo Julio César, acho que estamos bem servidos de goleiro. Sou fã do Julio, muito agradecido pelo tempo de Flamengo, por ele se declarar rubro-negro. Mas nessa posição já temos um ótimo goleiro. Não é uma posição carente”
Adriano
“Sou extremamente grato ao que o Adriano fez pelo Flamengo. Eu teria a maior alegria se pudesse traze-lo de volta pro Flamengo. Mas em condições de produzir. Hoje a questão não se limita a colocar pra treinar. Ele tem questões que precisam ser resolvidas, que eu gostaria que fossem, antes dele entrar em forma. Acho uma pessoa do bem, acho que o que falam dele é mentira. Ele tem um problema que pode acontecer na família de qualquer um. Tratando este problema de saúde e cuidando da forma física, me desculpem os fãs do Ibra, do Fred… nenhum deles chega aos pés do Adriano em forma. Se ele quiser, sabe que pode contar com o Flamengo”
Renato Abreu
“Uma questão decidida pelo DEp. de Futebol. Nada pessoal contra o Renato, tem uma história no clube, é o maior cobrador de falta do Brasil hoje. Mas por razoes que so dizem respeito ao Dep. de futebol, decidimos que não deveriamos continuar com ele. Não deixaremos de pagar 1 centavo do que devemos a ele”
Leo Moura
“O Dep. de Futebol entende que a continuidade dele é positiva. Vai continuar e fará 10 anos de Flamengo em 2014. Faz parte da nossa história e temos todo interesse em mante-lo”
Sheik
“Acho que é uma situação dificil. Não tem a menor condição de prometer nada. Ele está sempre na agenda do Flamengo. Mas é jogador do Corinthians e respeitamos. Se tivesse alguma coisa eu te diria”.
CT
“Estamos na expectativa de conseguir recursos da prefeitura. O Eduardo Paes prometeu nos dar uma ajuda pra terminar a parte profissional do CT. Estamos ai na expectativa. O CT quando ficar pronto não ficará devendo a nenhum no mundo. O CT é um problema de fluxo de caixa, não de custo beneficio. Não temos um prazo pra dar. É prioridade. Mas precisamos levantar os recursos pra isso”
Como torcedor, satisfeito com este time atual?
“Acho que se analisarmos o jogo de sábado por exemplo, contra o Sao Paulo, apesar de termos jogado mal, conseguimos ganhar do São Paulo. Mas é claro que sabemos que esse time tem que melhorar muito. Mas ele pode melhorar. Tem potencial pra melhorar muito com o Mano, independente de reforços. Sei que Pelaipe e o Mano estão trabalhando muito em ter um bom ambiente, que é importante. Acho que vamos conseguir um desempenho muito bom ainda neste campeonato brasileiro e na copa do brasil. Sabemos que tem muita coisa a melhorar, mas sabemos que o trabalho que está sendo feito pode levar a esta melhora”

Obrigado ao presidente e ao Flamengo pela receptividade.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

FECHADO!!

                                                      (Jornal Extra)


E aí, o que acharam?

terça-feira, 11 de junho de 2013

Chapa Azul: balanço dos primeiros 6 meses

(reprodução internet)
 
 
Chegamos aos primeiros 180 dias da nova gestão. Se fora das quatro linhas as coisas parecem estar se acertando, o mesmo não podemos dizer sobre o desempenho no campo, que afinal de contas, é o que 90% dos torcedores se importam.
 
Analisando primeiro o que se passa no âmbito financeiro/administrativo, vejo importantes conquistas, sendo as principais:
1) máxima preocupação com as finanças do clube e uma transparência, mesmo que parcial, de nossa precária situação financeira;
2) novos patrocinadores, depois de anos sem um patrocínio decente, aumentando consideravelmente a receita do clube;
3) cada setor tem um gestor com qualificações técnicas para o cargo, e não apenas características "políticas";
4) os conflitos políticos do clube parecem ter diminuído consideravelmente. Pelo menos não temos notícias recentes da conturbada vida política do clube. Talvez ajudado pela eleição de um aliado para o Conselho Deliberativo;
5) restruturação dos esportes olímpicos. A questão é polêmica, porque temos tradição na ginástica, remo, judô e basquete. Mas concordo que temos que focar naquilo que dá resultado para o clube, principalmente de mídia;
6) implantação do sócio torcedor;
 
Há que se fazer uma ressalva nesse último item. Apesar de ser um começo, acho que deveríamos ter mais benefícios, principalmente para os planos mais caros. Tentar fidelizar os torcedores somente com prioridade na compra de ingressos é pouco, muito pouco. Os maiores benefícios são dados por uma cervejaria, através de descontos com outros parceiros.
 
Em contrapartida, os resultados do futebol foram pífios até aqui:
 
1) eliminação precoce da taça Rio;
2) para eliminar adversários como Remo e Campinense, precisamos de 2 jogos cada um;
3) troca de técnico no meio de uma competição;
4) a contratação de Jorginho se mostrou um equívoco, não era um técnico preparado para assumir um time como o Fla. Não sei se por deficiência técnica ou se falta habilidade em lidar com um grupo como esse. Mas acho que os jogadores tem grande participação nesse fracasso;
5) as decisões do futebol me parecem obscuras. Não sabemos se as decisões cabem ao Walim ou ao Pelaipe. Fica parecendo que quem decide é o Walim, mas quem leva a culpa é o Pelaipe;
6) será que o Pelaipe é tão bom assim? Algumas notícias dão conta da sua truculência e falta de tato com alguns profissionais;
7) me parece que contratamos gente demais, com qualidade de menos, vide Paulinho, Val, Diego Silva, Bruninho. Foram apenas para satisfazer a torcida? Nada contra esses jogadores, até porque não deu tempo de sabermos se foram boas contratações ou não. Mas será que não tínhamos jogadores equivalentes no elenco?
8) e o Carlos Eduardo? Se não render, como não vem rendendo, vai cair na conta de quem?
 
Também analisemos a situação da contratação de um novo técnico. Se voltarmos a gastar um pouco mais por um técnico, não era melhor ter ficado com o Dorival que estava dando um jeito no time? Afinal, que planejamento é esse?
 
Há também notícias de novas contratações. Gastaremos desenfreadamente como gestões anteriores?
 
Acho que essas respostas ficarão para o balanço de fim de ano...

SRN
 

sexta-feira, 24 de maio de 2013

E aí? Gostou?

(crédito: globoesporte.com)

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Que venha o campeão da Copa do Nordeste

(fonte: Lancenet!)
 
Se não foi uma atuação exuberante, pelo menos vimos sinais de melhora nesses dois últimos jogos. 6 gols marcados, apenas 1 sofrido. Algumas conclusões já podem ser tiradas, outras ainda dependem de algum tempo para se confirmarem.
 
Fato é que uma coisa tem sido constante, desde a época do Dorival: esse time corre, se dedica e dificilmente venderá uma derrota facilmente. Se ainda não temos uma equipe de técnica apurada, entrosada, segura, temos um time que demonstra muita vontade em campo.
 
Considero os dois últimos jogos, como os melhores do ano. Jogamos bem contra Vasco e Botafogo na Taça Guanabara, mas aquele time jogava no contra-ataque. Não tínhamos a posse da bola, não conseguíamos trocar passes e explorávamos os erros de nossos adversários. Éramos eficientes nisso, mas éramos horrorosos quando tínhamos a bola. Era o que dava pra fazer naquela época. Hoje temos um projeto de time que deu sinais de que além de jogar no contra-ataque quando precisa, sabe também ficar com a bola e fazer algumas jogadas. Temos fortes jogadas pelas laterais, principalmente com Leo Moura e Rafinha pelo lado direito.
 
Algumas certezas, mesmo que momentaneas, já podem ser notadas:
1) O que falar de um caneleiro que já meteu 13 gols esse ano? Por pior que ele seja, e eu acho ele bem fraco, como questioná-lo? Precisa ser menos fominha e aprender a levantar a cabeça de vez em quando.
2) No cenário atual, os vovôs L. Moura e Renato Abreu, são peças fundamentais nesse time. Leo Moura tem jogado bem frequentemente e Renato deu equilíbrio ao nosso meio de campo. Pode ser que isso mude daqui a alguns jogos, mas hoje são titulares indiscutíveis.
3) Não há como pensar em outra zaga: Renato Santos e Gonzalez compõe a melhor dupla no nosso elenco. Infinitamente superior a qualquer outra.
4) Gabriel é dono da camisa 10 e será dono do time em breve. Impressionante sua movimentação por todos os lados do campo. Passa, dribla, gira o jogo, lança, chuta, e ainda marca.
5) Rafinha está aprendendo a dosar o momento certo de driblar e passar a bola. Ainda peca nas conclusões, mas tem tudo pra continuar dando certo.
 
Por outro lado, acho que Jorginho ainda tem dúvida sobre qual o melhor cabeça de área. Amaral é mais pegador e marca melhor que Cáceres e L. Antônio. Deu mais proteção a zaga e faz bem as coberturas. Cáceres é mais alto e ajuda a equilibrar a altura num time de nanicos como o nosso (reparem como temos jogadores baixos!!). E L. Antônio é o que tem mais qualidade técnica dos três. Ontem mostrou sua qualidade tanto na saída de bola como na sua capacidade de chegar na frente e concluir (o 3° gol saiu de uma roubada de bola dele e um chute que o goleiro espalmou nos pés do Brocador.)
 
Há de ressaltar que o time tem subido de produção e parece entender melhor o que Jorginho quer. Mérito também para o técnico, que deu liberdade para Renato, Gabriel e Rafinha se movimentarem bastante. Disse antes e reafirmo que gosto desse esquema (4-2-3-1), porém já ficou claro que dependeremos muito das jogadas entre os laterais e "pontas" e também do talento de Gabriel. A não ser que C. Eduardo volte mehor e também mereça entrar nesse time (no lugar de Renato?). Aí teríamos 2 caras capazes de desequilibrar em algum momento. Torço para que Jorginho consiga fazer esse time jogar. E erre menos nas substituições. Nesse quesito, foi bem melhor ontem que no Fla x Flu
 
Se tudo der certo, farei a cobertura in loco de Campinense x Fla, em Campina Grande. Falta o contato para a compra de ingresso.
 
SRN
 


quinta-feira, 4 de abril de 2013

Foi pouco... muito pouco.

(Crédito: Lancenet!)
 
A escalação inicial foi, de certo ponto, animadora. Jogadores leves, rápidos e com potencial para tocar e rodar a bola. Mas o que vimos durante o jogo, salvo alguns raros momentos, foi um time perdido, sem objeitividade e pouquíssima movimentação na frente. Uma zaga que é incapaz de sair tocando uma bola. Um goleiro que tem que voltar pra escolinha, urgentemente. E um técnico bem intencionado, mas ineficiente, que não tem tempo para treinar o time com seu esquema. Resultado: um jogo fraco tecnicamente que reafirmou que estamos mesmo carentes de bons jogadores.
 
Se a parte coletiva não está lá essas coisas, as atuações individuais são preocupantes. Se tínhamos um goleiro confiável, hoje não tenho mais essa sensação. Se a zaga foi um dos pontos fortes do começo do ano, agora está indefinida e notícias dão conta de que queremos nos desfazer de nosso melhor zagueiro. Íbson foi a melhor surpresa em 2013, vinha sendo o melhor do time consecutivamente, mas foi barrado inexplicavelmente. Elias, péssimo ontem, não consegue fazer um passe de 3 metros. CE10 totalmente fora de forma física e tecnicamente, nem entrou. Hernane passa mais tempo brigando com a bola do que com ela. Acho que o Rodolfo tem potencial, como o Rafinha, mas falta experiência para ambos. Ficam afobados em muitos lances e perdem a bola facilmente.
 
Os mais lúcidos desse time, me parecem ser o Renato Abreu e o Gabriel. Esse último é o único que levanta a cabeça, sabe a hora de acelerar e cadenciar o jogo, finaliza e ainda participa da marcação. João Paulo tem ido bem, mas falha em algumas marcações, fechando muito pelo meio e deixando seu lado desprotegido. Culpa dividida com a zaga e a falta de cobertura dos volantes que não fecham.
 
Apesar de marcadores, Amaral e Elias continuam deixando a zaga exposta. O meio não cria situações de gol, até porque não temos um cara pra fazer essa função. Dependemos, hoje, de lampejos individuais e contra-ataques. Nossos laterais raramente apoiam. Deveria ser o contrário, já que jogamos com jogadores abertos pelas pontas, o que proporcionaria jogadas pelos lados do campo. Nosso centroavante é incapaz de segurar uma bolinha no pivô.
 
Apesar de todos os problemas, não podíamos sequer empatar com esse time horroroso do Remo. Não posso deixar de mencionar o estado ridículo do gramado, mas um time de 3a divisão, muito limitado tecnicamente, não pode igualar o jogo contra o Flamengo. Mas foi o que vimos ontem. Aliás as chances de gol mais claras foram do time azulino. Fizemos o gol numa bela jogada individual de Rafinha, mas foi muito pouco para um time que quer pensar grande ainda em 2013. Ficou claro que Jorginho terá muito trabalho até conseguir arrumar o time de maneira decente. Não será agora, já que no sábado temos outro jogo.
 
Tínhamos obrigação de resolver o confronto no primeiro jogo. Não deu, e deixamos para decidir no 2° jogo, coisa que não é recomendável para os dias atuais.
 
De notícia boa, as tais certidões negativas de débito. Segundo informações, a diretoria pagou nesses 3 primeiros meses, acreditem, R$ 40 milhões em impostos atrasados. Não sei exatamente quais os benefícios imediatos isso trará para o Fla, mas era uma das prioridades dessa diretoria. Vamos ver na prática as melhorias que teremos.
 
Precisamos sim de contratações. Pontuais, mas de qualidade. Achei, e admito que fui iludido pelo nosso início de ano, que esse time não correria riscos no Brasileirão. Hoje vejo que estou enganado. Precisamos nos reforçar e torcer para que nosso treineiro consiga fazer desse elenco algo parecido com um time.
 
SRN

terça-feira, 26 de março de 2013

Sócio-Torcedor

Hoje foi lançado oficialmente o Programa Sócio-Torcedor do Mengão!

Só entrar no site e escolher o valor a ser pago mensalmente!

http://www.nrnoficial.com.br/site/

SRN